18 de jun de 2016

Resenha: Boa Noite, Mamãe (2014)



Data de lançamento (Brasil):10 de março de 2016
Ano de produção: 2014
Direção: Veronika Franz e Severin Fiala
Roteiro: Veronika Franz
Severin Fiala
Produção: Ulrich Seidl
Elenco: Susanne Wuest (Mãe)
Lukas Schwarz (Lukas)
Elias Schwarz (Elias)
Gêneros: Terror, Drama, Fantasia, Mistério
Duração: 99 min


O filme começa com os meninos Lukas e Elias correndo pelo milharal com uma brincadeira estilo pique e pega, Lukas está com uma máscara e acaba encontrando o outro irmão. Os dois se divertem pela floresta que tem perto da casa deles, eles exploram, correm, se divertem. Em um dos caminhos da floresta os dois acabam encontrando um tipo de caverna ou algo do tipo, porém com uma estrutura de concreto na borda. Os dois adentram pela caverna e descobrem algo.




Enquanto eles estão do lado de fora da casa se divertindo, sua mãe volta do hospital e então eles vão de encontro a ela. Quando abrem a porta do quarto dela estranham a nova mãe, na verdade se assustam um pouco pela mãe estar com um tipo de máscara protetora por causa da cirurgia. O jogo de sombras faz a máscara parecer monstruosa por escurecer os olhos e a boca.



Depois do jantar em família, a mãe não fala diretamente com Lukas e sim com o outro filho. Em um dos diálogos o Elias fala que era pra Lukas se desculpar mas não sabemos o motivo. Após isso os três estão na sala e começam um jogo de advinha, eles escrevem algo num postit e colam na testa, pode ser de pessoa à objetos. Elias acerta o que ele era e então é a vez da mãe, eles escolhem ela pra colocar no postit mas ela não acerta, depois desse episódio os dois começam a estranhar mais ainda a mãe, questionando se ela é real ou alguma impostora. Com todos os questionamento e provas contra a suposta mãe, eles avançam para um lado mais radical.

----

Do começo ao fim do filme o suspense prevalece e me faz questionar sobre tudo junto com os personagens. A forma de cada personagem se retratar nas cenas nos faz ter uma visão particular de cada um, depois associar às cenas e ao que vamos descobrindo ao longo do filme. Por um tempo você começa a supor o que está acontecendo com os meninos e a mãe.

Antes de assistir esse filme, eu li um spoiler ridículo que colocaram num grupo, associando um filme a esse e realmente se parecem na história. Então desde o começo já imaginei o que seria e "acertei" no final, O filme parece ser parado porém sempre no meio dessas pausas acontece algo que muda toda a história ou que afirma tudo que você está pensando. Durante o filme você vai ter as mesmas "visões" dos personagens e isso só aumenta o suspense. Enquanto as cenas de suspense rolavam eu sentia raiva ao mesmo tempo pela "covardia" e maldade que alguns dos personagens fazia. 

A fotografia do filme é muito boa e o cenário é bem clean, eu gostei bastante do filme pelas suposições que ele faz ao decorrer e o suspense aumenta a cada suposição. Eu fiquei com uma teoria e suposição de dois finais para esse filme, farei outro post falando mais sobre isso. 

























--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Conheça o meu canal no YouTube, lá você encontra vídeos diversos e associados ao blog, CarlosAbreuBlog. Você também pode me acompanhar nas redes sociais, lá você saberá das novas publicações e mais novidades.

Um comentário:

  1. Amei a resenha, estou morrendo de vontade de assistir.
    Sou viciada em filmes de terror e suspense ❤
    Bjs
    Blog Positividade Fashion

    ResponderExcluir

Postagens Relacionadas

Postagens Relacionadas Plugin for WordPress, Blogger...