19 de mar de 2016

Eu não preciso de um homem na minha vida!


Olá pessoal, o título é bem polêmico, correto? Sim, mas não é uma postagem que exclui os homens ou algo do tipo, mas sim em questão da sociedade.

Você já se perguntou se precisa/necessita mesmo namorar ou casar?

Você já se perguntou se ama a si mesmo? Você se ama?

A sociedade é construída num padrão heteronormativo e conservador, onde vendem ideias de felicidade, mas sabemos que não é assim na realidade. Vou seguir a postagem pela minha lógica, pela minha vivência e exemplos.

Filmes de romance,



O que mais vemos é a dependência de termos alguém, nem que seja por apenas rótulo ou vaidade. Querendo mostrar a x pessoa que temos alguém e que estamos muito feliz. Essa dependência tem a ver com auto estima pois depositamos tudo no relacionamento, achando que sem a pessoa, não viveremos ou sem a aprovação dela, não viveremos bem. O que resulta em muitos relacionamentos abusivos, o parceiro(a) usa essa vulnerabilidade para diminuir e inferiorizar a pessoa ao ponto de criar esse amor dependente e cansativo.

Nos filmes clássicos de romance, mostram uma pessoa sem rumo ou com a vida ainda sendo construída mas que pra ficar totalmente completa, precisa de alguém mas não qualquer pessoa, e sim alguém dos sonhos, que não fuja do padrão ou que futuramente entrará no padrão. E depois? Viveram felizes pra sempre. A maioria dos clássicos são assim, crescemos acreditando nisso fortemente sem saber que nem tudo é um conto de fadas.

Namorar, ter alguém na sua vida, deveria ser algo como um bônus e não necessidade. Você pode namorar, acreditar em finais felizes e fazer acontecer mas tem que estar preparado(a) para a vida, porque nem todos pensam igual a você, suas ideologias são diferentes e a forma de lidar também.

Em alguns casos a baixa auto estima da pessoa a faz querer alguém que prove o contrário que ela pensa e que a faça elevar sua auto estima mas não faz você se elevar, como você vai elevar algo que precisa de alguém pra tornar isso real? Esse acontecimento é algo momentâneo em que se você achar que só aquela pessoa proporciona aquilo e que sem ela você será ninguém, isso é apenas ilusão. É triste saber que muitas pessoas pensam que pra se amar tem que ser amado por alguém, acabam se auto desvalorizando, esquecendo grandes momentos e oportunidades que poderiam acontecer.

O sentimento verdadeiro é lindo, seja por alguém e/ou a si mesmo(a), na vida temos que filtrar o que nos faz bem e aprender com acontecimentos ruins.


Revistas ou outros meios de comunicação,

Mais uma vez vemos que sem alguém não seremos ninguém, mas por que? Todos tem essa necessidade de felicidade depositada no próximo, somos tão infelizes ao ponto de procurar uma vida harmoniosa no próximo? Chega um momento que você quer ter alguém próximo para compartilhar momentos, ideias, carinho. O x da questão é amar mais alguém do que a si mesmo(a), machucar a si mesmo(a), magoar a si mesmo(a) e não saber viver bem consigo mesmo e a pessoa.

Casais sorrindo, pessoas demonstrando felicidade e instigando sua ideologia relacionada ao amor.

Carlos, muitas pessoas ficam felizes com o amor.

Sim, mas e se acabar? O que vai fazer até encontrar outro alguém pra depositar novamente suas esperanças? Vai morrer? Ficar perdido(a)?


Desde pequenos somos doutrinados a viver num padrão, amar e agir de forma "normal" perante a sociedade. Temos que estudar, ser alguém na vida e depois de alguns anos arrumar alguém para viver junto.

Onde estão nossos sonhos, nossos desejos, nossa vida?

Não quero viver pra alguém
Não quero ser alguém pra alguém
Quero viver pra mim
Ser quem eu quero

Olhar-se no espelho e dizer um "eu me amo" verdadeiro, criará barreiras para as desilusões, viverá para si mesmo(a)!

Não sou contra filmes de romance ou algo do tipo, assisto vários e adoro. Sou contra a dependência de outra pessoa pra viver feliz ou começar a se amar/valorizar, você é mais que isso. Viva a vida e tenha várias experiências, todas as suas experiências vão criar sua vivência e alertas para consequências futuras. Você só aprende a amar experimentando, e você só se cura, machucando.



Aprenda a se amar e valorizar, não deposite falsas esperanças de algo grandioso em alguém, como vai amar alguém se não sabe nem se amar e valorizar? E tire da cabeça que você precisa/necessita de alguém, porque já parou pra curtir um momento consigo mesmo(a)? Ainda não? Sabe aquele país/cidade/estado que você quer ir? Sabe aquele filme? Aquela comida? Aquele planejamento dos sonhos? Já está na hora de começar a viver pra você.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Imagens retiradas do tumblr e we heart it.
  
Conheça o meu canal no YouTube, lá você encontra vídeos diversos e associados ao blog, CarlosAbreuBlog. Você também pode me acompanhar nas redes sociais, lá você saberá das novas publicações e mais novidades.


2 comentários:

  1. Gente! Que reflexão maravilhosa! Sei bem como é conviver com os olhares conservadores das pessoas quando o assunto se trata de relacionamentos. Em casa somos 3 mulheres e nunca houve cobrança por parte dos meus pais, nem para namorados muito menos para maridos, filhos etc. Eles sempre se preocuparam muito com nossos estudos e que fôssemos felizes à nossa maneira. Agradeço muito por isso pois hoje sou solteira, moro sozinha e não dependo de parceiro para manter minha minha ou ter uma falsa ideia de felicidade que nos vendem todos os dias como colocado em sua reflexão. Desculpa o comentário gigante! Mas seu texto deveria se tornar um mantra para todas as pessoas que ainda hoje acreditam no que mídia nos impõe do que é de fato felicidade!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh obrigado pelo carinho <3 Sei como é isso, aqui em casa é totalmente diferente, sempre me jogam indiretas de como será meu parceiro ou algo do tipo, como se eu necessitasse de alguém para viver feliz.
      xoxo

      Excluir